5 Direitos de quem tem Bolsa Família

O Bolsa Família é programa de transferência de renda, que objetiva subsidiar as necessidades básicas de famílias que se encontrem em situação de pobreza e pobreza extrema. Além desse auxílio, há outros benefícios disponíveis para quem se utiliza da bolsa. Você sabe quais? Confira a seguir 5 direitos de quem tem Bolsa Família e entenda como funcionam.

Isenção do ENEM O ENEM corresponde ao Exame Nacional do Ensino Médio, e é através dele que os participantes têm acesso à bolsas de estudo em universidades públicas e privadas. Para participar do exame, é necessário realizar seu cadastro e pagar a taxa de inscrição. O que nem todo mundo sabe é que pessoas inscritas no Bolsa Família são isentas desta taxa. Para quem quer participar da próxima versão da avaliação, deve conferir isenção do ENEM 2019.

Tarifa Social de Energia Elétrica

Quem comprova situação de baixa renda, pode ter direito a tarifa social de energia elétrica. Isto quer dizer que a pessoa beneficiada pagará taxa mínima de luz. O valor descontado já vem direto no boleto mensal e deve ser pago em dias para que o direito não seja suspenso.

Tarifa Social de Água

Além de pagar taxa mínima de energia, a pessoa beneficiada por este programa do Governo também terá direito a uma tarifa social para conta de água. Ela representa uma abatimento no valor da conta, proporcionando uma taxa mínima. Vale lembrar que para ambas tarifas, é preciso realizar um cadastro. Se informe com o órgão responsável pelo Bolsa Família de sua região.

Isenção em Concursos Públicos

Quem está devidamente inscrito no programa social, poderá requirir isenção de inscrição para qualquer concurso público. O recomendado é que comprove os documentos necessários com antecedência, a fim de não perder o período de inscrição. Os concursos públicos são abertos periodicamente, portanto, você deve estar sempre com o seu Cadastro único atualizado, pois ele permitirá a garantia destes direitos.

Empréstimo Bolsa Família

O empréstimo Bolsa família é uma opção de microcrédito, que objetiva incentivar o desenvolvimento de pequenos negócios em áreas mais pobres. Sem contar que, esta opção pode mudar a situação de pobreza de algumas famílias, através da aquisição da renda própria por parte dos beneficiados. O valor pode variar entre R$ 300 a R$ 15 mil reais, dependendo de cada situação. Para saber mais, vale entrar em contato com o órgão responsável pelo programa da sua cidade e se informar via telefone ou em uma unidade física.